O software promete revolucionar o setor hoteleiro, oferecendo ao gestor o que há de mais precioso: tempo para criar estratégias

Vanessa Vilela é uma profissional da Indústria do Turismo, com uma das mais amplas visões do mercado. Após trabalhar anos em diversos setores do segmento de operação, passou a se dedicar à hotelaria, sempre dentro de um viés comercialmente estratégico. Graças a sua bagagem e conhecimento do setor, acaba de lançar voo rumo a um novo desafio. Vanessa Vilela está prestes a lançar uma ferramenta que promete revolucionar o mercado hoteleiro. É o Sistema IO, um software idealizado para oferecer ao gestor, o que há de mais importante: tempo para criar estratégias.

Nesta entrevista exclusiva, Vanessa Vilela nos leva para uma viagem de sobrevoo pelo Sistema IO

TRAVEL 3 – Vanessa, nós começamos já entrando direto no assunto: o que é o Sistema IO?

Vanessa Vilela – O sistema IO é um conjunto de ferramentas cujo objetivo é potencializar a rentabilidade do hotel. Nós criamos esta ferramenta a partir do entendimento de que os grandes estrategistas do setor gastavam 80% do tempo colhendo informações e redigindo relatórios. Ao final, tinham apenas 20% do seu precioso tempo para fazer o que mais sabiam: criar estratégias.

Para ajudar esses estrategistas estamos lançando um sistema dinâmico que mostra as informações tanto da concorrência quanto do seu empreendimento. Essas informações incluem, por exemplo, a construção e a flutuação tarifária.

Com esses dados é possível traçar uma estratégia bem definida a partir do lucro que se quer alcançar, sabendo qual é o ponto de equilíbrio, o custo do hotel, o retrofit necessário, e a taxa de ocupação prevista para aquele período. O sistema IO dará a informação de qual deve ser a diária média para aquele período, para se alcançar a meta proposta. Ao mesmo tempo o sistema informa como estão os seus concorrentes também naquele período.

Vanessa Vilela, que está prestes a lançar no mercado o Sistema IO

Vanessa Vilela, que está prestes a lançar no mercado o Sistema IO (Fotos: Divulgação)

A partir dessa análise, se o gestor aceitar esta diária média proposta, o Sistema IO já cria um tarifário com toda a proteção, para que todos os players, os clientes do hotel, trabalhem dentro de uma paridade. Em outras palavras, a ferramenta vai respeitar o comissionamento de cada um dos contatos comerciais do hotel.

Com a implantação do Sistema IO, o estrategista passa a ter 90% do seu tempo totalmente voltado para criar estratégias, parcerias comerciais e fazer visitas aos clientes. Imagine que mudança radicalmente positiva terá este hotel.

E quais os diferenciais do IO em relação à outras ferramentas semelhantes hoje no mercado?

Hoje não existe no mercado um sistema que seja tão completo como o IO. O que existe no mercado atualmente usa em geral informações de OTA’s que são mais disponíveis. Outro diferencial do IO é que entramos logados no sistema, então conseguimos ter, por exemplo, um preço real das taxas que deverão ser cobradas. Também por isso ele mostra como está a nossa paridade e o nosso preço em relação ao dos concorrentes.Sistema IO hotelaria

Um outro diferencial superimportante é que o IO está interligado ao PMS do hotel – o banco de dados onde estão todas as informações sobre essa propriedade. É o cérebro da gestão do hotel. O IO mostrará à equipe responsável como estará a ocupação do hotel naquele período, e se há uma oportunidade de subir ou baixar o meu preço naquele período. Ou se estou perdendo uma oportunidade de fazer uma promoção. O IO é pró ativo ao levar informações deste calibre para os gestores.

E como o gestor lida com essas informações?

No momento que o IO sugere ao gestor uma determinada tarifa, e o gestor aceita esta sugestão, o sistema faz a construção tarifária da paridade novamente, distribuindo novamente esta flutuação de acordo com cada negociação.

O IO é destinado a todo o tipo de rede hoteleira? Ele pode ser aplicado tanto para uma grande marca quanto para os hotéis independentes?

O IO foi desenhado para atender qualquer tamanho de empreendimento ou rede hoteleira. Eu costumo comparar o IO a uma Ferrari. Qualquer um que saiba dirigir pode andar numa Ferrari. A diferença é que, quanto melhor for o piloto, mais vantagens ele poderá tirar da potência deste veículo.

Qualquer pessoa pode usar o IO mas quando ele está nas mãos de um especialista em RM (Revenue Manegement) ou de um especialista em gestão comercial, ele consegue otimizar seu tempo e focar no em como gerar receita e potencializar as vendas do hotel. O IO é pró ativo, mas depende da estratégia do gestor. Ele não atua sozinho, mas respeitando as estratégias de cada departamento.Sistema IO hotelaria

Eu acredito que as grandes redes utilizem sistemas parecidos, porém em módulos. Existem concorrentes para este produto, mas apenas oferecendo serviços em módulos. Existem produtos para determinados segmentos, não um que enxergue o empreendimento como um todo. O IO vê todas as possibilidades para o hoteleiro.

Trazendo o IO para o universo dos hoteleiros brasileiros, como convencer o proprietário de um único hotel, ou de uma pequena rede, da importância da implementação deste sistema?

Nós também pensamos nisso e especialmente para um perfil de proprietário como este que você definiu, nós temos o painel do gestor. Muitas vezes o dono do hotel não quer ter a informação do processo. Ele já investe em pessoal especializado para isso.

O que ele quer é fazer um acompanhamento diário dos resultados. E este é o painel do gestor, uma tela que é também um aplicativo. Através deste painel ele vê quanto falta para bater a meta, seja em ocupação ou faturamento + o share diário, semanal e mensal + como estão os valores dos concorrentes naquele período. Então nessa 1ª tela o hoteleiro tem o resumo da vida do seu empreendimento.

Quando o IO foi lançado?

A implantação do sistema foi feita no dia 21 de julho de 2018, em 2 hotéis. Ainda estamos em fase de testes e a cada dia o sistema ganha atualizações e melhoramentos. O lançamento oficial do sistema está previsto para 25 de setembro. Faremos um coquetel, em São Paulo, às vésperas da ABAV, para o setor hoteleiro.

Que hotéis são estes?

O sistema já funciona no Canabrava Resort e no Opaba. Vale dizer que são 2 propriedades com propostas completamente diferentes.

Qual o perfil de clientes que você e sua equipe estão procurando?

Hotéis que sabem que a tecnologia hoje é a melhor companheira da gestão de um hotel. O IO se encaixa perfeitamente seja em uma pequena propriedade ou em uma grande rede, seja de lazer ou corporativo. O mais importante é a decisão de querer modernizar e avançar tecnologicamente, sem substituir pessoas, apenas otimizando a qualidade do tempo das pessoas que estão ali trabalhando.

O nosso principal diferencial está na própria criação da ferramenta, que foi feita por um profissional especialista do setor. Ele sabe quais os pontos fortes e fracos desse tipo de gestão. Ele é um sistema em nuvem e você pode acessá-lo de onde estiver. A experiência do usuário com a ferramenta é muito intuitiva. A interface é bonita e amigável.Sistema IO hotelaria

Qual o suporte técnico que sua equipe oferece para a instalação deste software?

A IO oferece apoio tanto na instalação quanto no treinamento técnico e estratégico da ferramenta.

Tecnologicamente falando, a hotelaria brasileira está muito atrasada se comparada aos outros países?

Hoje, grandes empresários hoteleiros, de visão, estão correndo atrás de ferramentas para melhorar o desempenho de suas empresas. E somos uma ferramenta brasileira, criada por gente do trade e não temos concorrente direto, principalmente dentro do Brasil. O que queremos é mostrar para este empresário que nós somos esta ferramenta que vai melhorar o tempo e o desempenho da equipe.

O principal é que este sistema é o suporte tecnológico do gestor. O IO não veio para substituir departamentos ele veio para agregar e facilitar o trabalho do gestor comercial. Ele não é para substituir pessoas. É para dar informação online, para a equipe comercial não ser pega de surpresa numa reunião a equipe comercial e estratégia ter a mesma visão ampla e estratégica do que deve ser feito para se alcançar metas e lucros. E com a pro atividade do IO, os gestores não perderão mais bons negócios.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code