Uma das políticas foi mudar o papel usado na revista de bordo para gerar economia de 171.000 galões de combustível

A United Airlines quer economizar 30 30 mil toneladas de dióxido de carbono em 2018. O número equivale a tirar 6.400 carros de circulação. Para isso, a companhia adotou em 2017 um pacote de medidas. Algumas são sutis, como mudar o papel da revista de bordo. Os exemplares estão agora 28g mais leves. No volume total de voos, essas simples 28g gerarão uma economia de 171.000 galões de combustível = US$ 290 mil.

A interrupção da venda de produtos Duty Free fazem parte da nova política. A economia prevista será de 1,4 milhão de galões de combustível = US$ 2,3 milhões.

A UA também começou a instalar os winglets Split Scimitar nos 41 Boeings 757-200 da empresa para melhorar a aerodinâmica das asas. O equipamento vai ajudar a economizar, em média, 30 galões de combustível por voo.

Avião United Airlines

(Fotos: Divulgação)

Um novo programa de lavagem de motores, também tem foco na economia de combustível. Apenas como exemplo, considerando apenas os aeroportos internacionais de Guarulhos (SP) e Galeão (RJ), a economia será de aproximadamente 130 mil galões por ano. Isso significa uma redução 1.285 toneladas de CO₂ emitidos somente nos céus do Brasil.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code