Ao contrário da cabeça, que ninguém nunca vê, o bacalhau é visto a todo momento, em bons restaurantes mundo afora

O bacalhau não é um peixe mas sim 5 espécies da família dos gadídeos – peixes com aproximadamente 50 kg e mais de 1 metro de comprimento = cod gadus macrocephalus + cod gadus morhua + ling + saithe + zarbo.

Servido das mais variadas maneiras possíveis, a iguaria tem história. Documentos comprovam o consumo do bacalhau no século 9, na Noruega e Islândia.

A receita dos vikings

A técnica + antiga de preparar o peixe pertencia aos vikings, que não tinham sal e por isso secavam a carne ao ar livre. Até o fim do processo, o peixe perdia parte de seu peso e endurecia. Naquela época, o bacalhau era consumido por partes, durante as longas viagens dos vikings.

O povo basco introduziu o sal

O povo basco, que habitava a região localizada entre Espanha e França, também contribuiu para a popularização do peixe. Conhecedores do sal, no ano 1.000 já comercializavam o bacalhau seco, salgado e curado.

Bacalhoada carioca

No Rio de Janeiro, restaurantes tradicionais servem o prato. O Cais da Ribeira é um deles. Localizado no Hotel Pestana, em Copacabana, sua especialidade é a comida portuguesa contemporânea. Vale a pena experimentar o bacalhau à Brás e à Lagareiro.

O restaurante Cais da Ribeira está no Hotel Pestana Rio Bacalhau

O restaurante Cais da Ribeira está no Hotel Pestana Rio (Foto: Pestana Hotel Group/Divulgação)

Quem der um pulinho à Barra da Tijuca, poderá saborear o lombo de bacalhau Gadus Morhua, com arroz de limão siciliano ou brócolis, criação do restaurante mediterrâneo Gibraltar (Av. Nuta James, 65).

Para os que gostam de respirar o ar boêmio, o Aprazível, em Santa Teresa, serve o levíssimo pão-de-ló de batata recheado com creme de bacalhau, tomate seco e azeitonas pretas.

Subindo a serra de Petrópolis, o charmoso Imperatriz Leopoldina, do hotel Solar do Império oferece o bacalhau do Domingos. A receita vem de uma família tradicional de Portugal.

Bacalhau

Bacalhau designa 5 tipos de peixes da mesma espécie (Divulgação)

Bacalhau do Porto

Todos conhecem a fama do Bacalhau do Porto. Junto com o Vinho do Porto, se tornou sinônimo da cidade portuguesa.

Se você está de viagem marcada para o Porto e gosta de bacalhau, faça um roteiro gastronômico.

Ambiente do Restaurante Portucale, na cidade do Porto Bacalhau

Ambiente do Restaurante Portucale, na cidade do Porto (Portucale/Divulgação)

Comece pelo restaurante Portucale, uma instituição local. O bacalhau à marinheiro é uma boa sugestão. De sobremesa, docinhos de ovos de Amarante.

Outro excelente restaurante na cidade é o Casa Aleixo, especializado na cozinha da região. O Aleixo oferece como entrada bolinhos de bacalhau fritos na hora e salada de feijão. Depois podem vir os filés de pescada e o arroz de polvo, tudo fresquinho.

Uma das melhores receitas de bacalhau da cidade pode ser apreciada no Chez Lapin.

Fachada do Restaurante Chez Lapin, na cidade do Porto, em Portugal Bacalhau

Fachada do Restaurante Chez Lapin, na cidade do Porto, em Portugal (Chez Lapin/Divulgação)

Escondido num beco próximo ao cais do rio Douro, Chez Lapin é um segredo guardado a 7 chaves pelos moradores e não faz parte da rota dos turistas. O Chez Lapin fica na Rua dos Canastreiros 40.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code