CALGARY É A MAIS NOVA AVENTURA CANADENSE

Turistas admiram skyline de Calgary (Foto: Canadian Tourism Commission/Divulgação)

Turistas admiram skyline de Calgary (Foto: Canadian Tourism Commission/Divulgação)

Qualidade de vida + natureza + infraestrutura + excelente gastronomia + atrações espetaculares dão personalidade própria ao destino

O território canadense é o 2º maior do mundo. São quase 10 milhões de km². O Canadá tem uma população de aproximadamente 37,7 milhões de habitantes e aqui vale uma comparação. O Brasil é o 5º do planeta em tamanho, com pouco mais de 8,5 milhões de km² e população de 211,7 milhões de pessoas.

Se fosse uma cidade brasileira, Calgary, com cerca 1,3 milhão de habitantes, não figuraria entre as 10 maiores metrópoles, mas, certamente seria classificada como a melhor em qualidade de vida. Esta é apenas uma das razões pelas quais o brasileiro precisa conhecer essa cidade espetacular. As outras, a TRAVEL3 listou para você:

De carro, ônibus, a pé, de barco ou bicicleta, andar pela terceira maior cidade canadense é sempre um prazer (Travel Alberta/Divulgação)

De carro, ônibus, a pé, de barco ou bicicleta, andar pela terceira maior cidade canadense é sempre um prazer (Travel Alberta/Divulgação)

Qualidade urbana

A 3ª maior cidade canadense fica na província de Alberta.  Ela está sobre uma extensa planície que antecede as Montanhas Rochosas canadenses. Sua acessibilidade natural foi potencializada pelo projeto urbanístico. Calgary é perfeita para caminhar a pé ou de bicicleta. Sua infraestrutura moderna, combinada com um transporte público impecável é um diferencial. Jardins, parques, ciclovias e uma variedade de atrações se sucedem e surpreendem o visitante. Aos moradores é garantida uma invejável qualidade de vida e o visitante pode vivenciar durante sua estadia.

O Gasoline Alley Museum é uma das imperdíveis atrações do Heritage Park (Claudia Tonaco)

O Gasoline Alley Museum é uma das imperdíveis atrações do Heritage Park (Claudia Tonaco)

Heritage Park

O Heritage Park que exibe a herança histórica canadense de uma maneira divertida, interativa e emocionante. A atração é obrigatória para o turista que viaja com a família.

Comece visitando o Gasoline Alley Museum, que exibe uma coleção de carros e bombas de gasolina do início do século 20. Siga para um encontro inesquecível com os descendentes das First Nations, as primeiras nações canadenses. Eles contarão casos e histórias dos primeiros habitantes do país. Durante o inverno, reserve meio-dia para conhecer as atrações indoor. No verão, vale a pena ficar mais e, entre uma surpresa e outra, caminhe pelo parque e faça um piquenique nas áreas designadas. Em todas as estações do ano, antes de sair, visite as charmosas lojinhas de souvenir.

A cabra das Montanhas Rochosas, espécie típica da região pode ser observada no zoológico de Calgary (Claudia Tonaco)

A cabra das Montanhas Rochosas, espécie típica da região pode ser observada no zoológico de Calgary (Claudia Tonaco)

Calgary Zoo

A TRAVEL3 não curte zoológicos, mas recomenda o Calgary Zoo pelo reconhecimento internacional que a instituição tem na conservação de espécies.

Não por acaso, é o mais visitado zoológico canadense, onde é possível observar as espécies da região. Também para as crianças é um excelente passeio cultural, e a nossa indicação é a área dos pinguins.

Segway Tour = + 1 maneira de circular pela cidade (Claudia Tonaco)

Segway Tour = + 1 maneira de circular pela cidade (Claudia Tonaco)

City tour de segway

Uma maneira diferente de conhecer as principais atrações de Calgary é fazer um city tour de segway. Depois de uma breve lição para iniciantes, o guia levará os turistas – sempre rodando pelos parques ou por passeios largos e muito seguros – aos principais pontos turísticos da cidade, num passeio com 60 minutos de duração.

Uma das salas do Royal Tyrreal Museum, em Drumheller, “Capital Mundial dos Dinossauros” (Claudia Tonaco)

Uma das salas do Royal Tyrreal Museum, em Drumheller, “Capital Mundial dos Dinossauros” (Claudia Tonaco)

Royal Tyrrell Museum

A cidade de Drumheller está a aproximadamente 140km de Calgary e é conhecida como a Capital Mundial dos Dinossauros. Ali, durante a Era do Gelo, foram preservados milhares de esqueletos dos mais variados tipos de dinossauros, fósseis de plantas e outras espécies.

Quem faz um trekking por Drumheller pode estar caminhando, sem saber, sobre um osso gigante, pensando ser um tronco, tal a quantidade de fósseis na região. Pois é em Drumheller que o turista se encantará com o Royal Tyrrel Museum. Ele tem esse nome para homenagear Joseph Tyrrell, o explorador que descobriu o 1º dinossauro da província de Alberta.

O museu tem espécimes enormes. Ao mesmo tempo é um laboratório de pesquisa e um centro de paleontologia. Isso porque tudo o que é descoberto nas vizinhanças segue para ser estudado nas dependências do local. Além das centenas de dinossauros expostos, o visitante pode ampliar seus conhecimentos nas salas de vídeo. Jogos e outras atividades interativas deixam as crianças maravilhadas – e os adultos, mais ainda.

Entrada do Atlas Coal Mine (Claudia Tonaco)

Entrada do Atlas Coal Mine (Claudia Tonaco)

Atlas Coal Mine

A 30km do Royal Tyrell Museum está o Atlas Coal Mine. O museu homenageia e conta a história dos mineiros de carvão. A Mina de Carvão Atlas foi desativada na década de 1980. Os ex-funcionários, porém, mantiveram o complexo preservado. A ideia foi guardar a memória da dura vida de quem extraía o carvão do fundo da terra. Ela é considerada a mais completa e histórica mina de carvão do Canadá. Solicite uma visita guiada, geralmente feita pelos descendentes dos mineiros. É emocionante!

Vestiário dos mineiros mantem roupas originais dos trabalhadores da época (Claudia Tonaco)

Vestiário dos mineiros mantem roupas originais dos trabalhadores da época (Claudia Tonaco)

Head-Smashed-In Buffalo Jump World Heritage Site

Deixamos para o fim a mais incrível + tocante + rica de todas as atrações de Calgary. É o Head-Smashed-In Buffalo Jump World Heritage SiteA área foi tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade e classificada como uma das mais bem preservadas do mundo. O turista percorrerá cerca de 180km para chegar no topo de uma planície. Dali ainda é possível ver, quase na linha do horizonte, os bisões, personagem central dessa impressionante história.

Turistas atravessam um campo de canolas para visitar o Head-Smashed-In Buffalo Jump (ao fundo à direita), tombado pela Unesco (Claudia Tonaco)

Turistas atravessam um campo de canolas para visitar o Head-Smashed-In Buffalo Jump (ao fundo à direita), tombado pela Unesco (Claudia Tonaco)

Há 6 mil anos, manadas desses mamíferos portentosos dominavam essa região. Os bisões eram seguidos de perto pelo povo nômade da nação Blackfoot, uma das First Nations canadenses. Eles viviam à base da carne, da pele, dos ossos e das entranhas da espécie. Ao observar o comportamento dos bisões, os Blackfoots usavam a topografia desse local para criar uma armadilha.

Dentro do museu, a incrível história dos bisões e do povo Blackfoot (Claudia Tonaco)

Dentro do museu, a incrível história dos bisões e do povo Blackfoot (Claudia Tonaco)

Cercando as manadas e, no momento certo assustando os animais, os guerreiros provocavam o estouro da boiada. Ela seguia cegamente em direção a um precipício logo à frente, caindo dezenas de metros e esfacelando o crânio. Daí o nome do lugar = Abismo da Cabeça de Bisão Esmagada.

Atores realizam dança do povo Blackfoot, uma das First Nations (Primeiras Nações) Canadenses, durante cerimônia no Head-Smashed-In Buffalo Jump (Foto: Canadian Tourism Commission/Divulgação)

Atores realizam dança do povo Blackfoot, uma das First Nations (Primeiras Nações) Canadenses, durante cerimônia no Head-Smashed-In Buffalo Jump (Foto: Canadian Tourism Commission/Divulgação)

Shopping Chinook Centre

Turista brasileiro que se preze não volta para casa sem fazer compras. O Chinook Centre é o melhor shopping de Calgary, com todas as marcas que os consumidores do mundo inteiro amam.

Pacotes Flytour Viagem para Calgary

Contato = www.flytour.com.br.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code