Passagem aérea e veterinário pesam no custo do transporte dos pets

Viajar na semana santa com a família, cão, gato, periquito e papagaio. Seja qual for o seu pet, quando chega um feriado bate aquela dúvida. Viajar com o animal de estimação ou deixá-lo num hotel?

Em qualquer um dos casos um (bom) investimento é necessário.

O pet já faz parte da família! Nos feriados, há sempre a dúvida entre levá-lo na viagem ou hospedá-lo. Viajar com o pet ou deixá-lo em um hotel pode sair mais caro do que o esperado. Em alguns casos, o valor ultrapassa R$ 2.500. Além disso, destinos que não são pet friendly e o medo de deixar o bichinho em um hotel, distante da própria rotina, são fatores que dificultam ainda mais a vida do tutor. A DogHero, plataforma que conecta mães e pais de cachorro a anfitriões que recebem os pets em casa, fez um levantamento dos custos para quem deseja viajar com o animalzinho e alternativas para os que buscam a melhor opção para hospedá-lo.

Segundo levantamentos, os gastos giram em torno dos R$ 2.600,00 para viajar com o pet.  O cálculo foi feito considerando as passagens de ida e volta e os gastos com veterinário. Já quando o assunto é hospedagem, o valor médio da diária é de R$55,00. Neste caso é preciso ter a garantia de que a rotina do “ser humano canino ou felino” será mantida.

Alguns hotéis se comprometem a enviar fotos e vídeos para a família acompanhar o dia a dia do bichinho.

Confira os custos para hospedar e levar o pet durante a viagem

Nas viagens de avião, as companhias exigem um atestado de que o animal está em condições de viajar. O documento deve ser emitido até 10 dias antes da data da viagem. Por isso, é preciso considerar o valor da consulta veterinária. Caso a viagem seja longa, será necessário também emitir outro atestado para usar na volta.

Muitas companhias aéreas não transportam animais braquicefálicos e raças consideradas agressivas. Por exemplo, American Staffordshire Terrier, Bull Terrier, Dogue Canário, Dobermann, Dogue Argentino, Fila Brasileiro, Mastim Napolitano, Pitbull Terrier, Rottweiler, e Tosa Inu.

Para transportar filhotes, também é necessário confirmar qual a idade mínima aceita pela companhia aérea. Algumas aceitam apenas a partir dos 4 meses. Lembre-se de que é preciso manter a carteira de vacinação do pet atualizada e verificar se há alguma exigência específica para o destino da viagem.

Voando Latam

Transporte na cabine = para animais de até 7kg com a caixa

Voos domésticos = R$ 200,00
Voos internacionais = US$ 250.00

Transporte no compartimento de carga = para animais de até 45kg com a caixa

Voos domésticos = R$ 500,00 (até 23kg), R$ 700,00 (de 24 a32kg), R$ 900,00 (de 33 a 45kg)
Voos internacionais = US$ 150,00(até 23kg), US$ 225.00 (de 24 a32kg), US$ 300.00 (de 33 a 45kg)

Voando GOL

Transporte na cabine = para animais de até 10 kg com a caixa

Voos domésticos = R$ 150,00
Voos internacionais = R$ 450,00

Transporte no compartimento de carga = para animais de até 30 kg com a caixa

Voos domésticos = R$ 150,00
Voos internacionais = R$ 450,00

Voando Azul

Só transporta animais na cabine (entre 7 e 10kg, aproximadamente) = R$ 250,00

Voando Avianca

Transporte na cabine = para animais de até 10 kg com a caixa

Voos domésticos = R$ 200,00
Voos internacionais: R$ 413,75 (125 dólares)

Viagem de Ônibus

Segundo a legislação, podem viajar animais de até 8kg (em São Paulo, o limite aumenta para 10kg). Muitas companhias exigem que o passageiro compre, além da sua passagem, outra passagem equivalente à poltrona ao lado da sua, para acomodar o animal.

Hospedagem

O valor para hospedar o pet em hoteizinhos tradicionais pode chegar a cerca de R$100 por noite.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code