EMBARQUE PARA PARIS OU MARRAKECH LENDO “LETTERS TO YVES”

Capa do livro Letters to Yves

Capa do livro Letters to Yves, da Editions Jardin Majorelle

Escrito por Pierre Bergé, o livro é ao mesmo tempo uma declaração de amor e uma quebra do mito Saint Laurent

Procurar se informar sobre o destino que você vai visitar é necessário. Aprofundar seus conhecimentos lendo sobre as histórias ou os personagens que deram mais vida àquele destino é puro diletantismo cultural. Ainda assim, é fundamental para quem busca uma maneira diferente de enxergar aquela viagem.

O Museu YSL

Na minha mais recente visita a Marrakech, me emocionei ao conhecer o Museu Yves Saint Laurent. Recém-inaugurado, o museu homenageia o artista, o estilista e um dos grandes mitos da moda, de todos os tempos. Trouxe na mala um livro que ganhei de presente e que, ao ler, me fez desejar retornar correndo a Marrakech, ou a Paris.

Yves Saint Laurent e Pierre Bergé, em uma foto do livro Letters to Yves

O casal Yves Saint Laurent e Pierre Bergé, em uma foto do livro

Cartas para um companheiro de vida

Letters to Yves foi escrito por Pierre Bergé, companheiro de vida de Yves Saint Laurent, ao qual o livro é dedicado. Bergé e Laurent viveram juntos por 50 anos, até a morte do estilista, em 2008. Juntos também, Bergé e Laurent criaram, viram crescer e comandaram o império YSL.

Muito mais do que contar uma simples história de amor, Letters to Yves mostra uma decisão de Pierre Bergé. Através das cartas escritas ao companheiro já falecido, o autor decide revelar, aqui e ali, pequenos fragmentos da vida dos 2.

Doces, mas também amargos, pontiagudos, mas também suaves, esses fragmentos acabam por abrir uma fresta na intimidade de 2 personagens relevantes ao século 20.

No posfácio do livro, assim explica Pierre Bergé:

Deep down, these letters had a single goal: take stock of our lives. Explain to those who read them, who you were, who we were.

Lá no fundo, essas cartas tinham um único objetivo: fazer um balanço de nossas vidas. Explicar quem os lê, quem você era, quem éramos nós.

Por esta pequena fresta o leitor consegue perceber os exercícios, as permissões e permissividades; as doações e as renúncias; os sacrifícios que casais fazem para permanecerem juntos.

No caso de Bergé e Laurent acrescente temperamentos + egos de 2 celebridades. Sexo e drogas, temperados com dramas e alegrias pontilham as cartas escritas por Bergé, para o companheiro, já incapaz de escutá-las.

These words are for you, you who cannot hear or answer me.

Estas palavras são para você, você que não pode me ouvir ou responder.

Entretanto, mesmo impressa com parcimônia, a palavra amor permeia todas as cartas. Ao ser inserida no momento certo, mostra a preciosidade do sentimento que sela uma das grandes histórias de amor do século 20.

Saiba mais = http://www.gallimard.fr/Catalogue/GALLIMARD/Folio/Folio/Lettres-a-Yves

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code