A capital alemã atrai viajantes do mundo todo pelo seu baixo custo em passagens aéreas e hospedagem

Com + de 800 hotéis, Berlim é conhecida como uma capital acessível ao turista. Além disso, oferece atrações variadas, para todos os perfis de viajantes.

Seja você um viajante clássico, alternativo, que gosta de história, cultura, ou gastronomia, há sempre um roteiro incrível para explorar Berlim.

Berlim para o viajante clássico

Comece sua visita no Portão de Brandemburgo, principal símbolo da capital alemã. Construído em 1791 em comemoração das vitórias prussianas, o portal é imponente, decorado com padrões artísticos gregos. Ele marcava os limites da cidade, no século 18. A construção fica na Pariser Platz, no bairro central Mitte, ao lado de diversas embaixadas e pontos de comércio. O viajante clássico vai adorar conhecer também outros pontos como o Palácio de Charlottenburg e a Catedral de Berlim, próximos ao Portão.

Berlim para o viajante alternativo

Potsdamer Platz

Uma das mais vibrantes e vivas praças da Alemanha, a Potsdamer Platz é muito movimentada. São arranha-céus modernos, cinemas, lojas, shoppings, teatros, bares, cafés e restaurantes. Se você é alternativo, vai curtir visitar o Sony Center, um complexo de entretenimento que ostenta uma cúpula impressionante. Visite ainda o Museu do Cinema de Berlim e o Shopping Arkaden, que também ficam na Potsdamer Platz.

Berlim para o viajante cultural

Unter den Linden

Uma das principais avenidas de Berlim, a Unter den Linden tem em sua extensão diversas atrações culturais = Ópera de Berlim + Universidade Humboldt + Palácio do Príncipe Herdeiro + Palácio da Princesa + memorial das vítimas do Holocausto Judeu + Museu Histórico Alemão + Museu de História Antiga + Museu Novo + Galeria Nacional. Cada um com suas particularidades, os edifícios e monumentos possuem diversos simbolismos da história e da cultura alemã.

Berlim para o viajante que gosta de história

Passeio de bike pelo Museu do Muro

Entre 1961 e 1989, após a 2ª Guerra Mundial, Berlim era cortada ao meio por um muro que separava o Bloco Ocidental do Oriental. Em novembro de 1989 aconteceu a Queda do Muro, um dos principais acontecimentos que marcou o fim da Guerra Fria. Hoje, no ponto em que havia um posto militar que permitia a passagem de diplomatas e pessoas autorizadas, há o Museu do Muro – Checkpoint Charlie. Contando a história da Cortina de Ferro e das pessoas que tentavam atravessá-la, o acervo do museu possui fotos, recortes de jornais da época, vídeos e pedaços do muro ainda intactos.

Berlim para viajantes apreciadores da Gastronomia

Não faltam bares e restaurantes de qualidade. Perto da estação Eberswalder Straße do metrô, há estabelecimentos que servem comidas típicas. É possível comer o Pretzel, o cogumelo recheado com creme de espinafre e queijo derretido, o joelho de porco e o strudel de maçã. Para provar da ótima cerveja alemã, desça na estação Klosterstraße do metrô. Ela é famosa pela concentração de bares especializados na bebida. Experimente cervejas de trigo, pilsen e export.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code