Dirigir ouvindo música boa, numa estrada com toda infraestrutura já é uma atraçãoBanner Hertz1

Diário de Viagem, Lake Charles, 2 de outubro de 2018

Hoje bem cedo me despedi de Houston e peguei a estrada em direção a cidade de Lake Charles, saindo do Texas e entrando no estado da Louisiana.

Foram apenas 2 horas e meia de viagem tranquila e relaxante. Dirigir ouvindo música boa numa estrada com várias faixas, de cada lado, muito bem sinalizada e com toda a infraestrutura para motoristas e passageiros já é uma atração.

Quem me apresentou as belezas locais foi Amanda Reeves, do Turismo de Lake Charles.

Civil Rights Trail Lake Charles

Uma pequena amostra da beleza de Lake Charles (Fotos: Claudia Tonaco)

A cidade me encantou por vários motivos. Ela abraça a calorosa cultura da Louisiana. As pessoas falam um inglês com sotaque musical e respondem tudo pra você dizendo: Yes, ma’m. No ma’m. É delicioso.Banner Frontur

O forte da gastronomia local, como de toda a Louisiana é a culinária Cajun, uma fusão das culturas gastronômicas francesas, espanholas e dos povos africanos.

Eu tive o privilégio de conhecer 2 restaurantes incríveis de Lake Charles.

Seafood Palace serve o autêntico sabor da Louisiana

Civil Rights Trail Lake Charles

Fachada do Seafood Palace = o segrego gastronômico + bem guardado de Lake Charles

Eu almocei no Seafood Palace, um dos mais tradicionais da cidade. Quase com ares de botequim ele é um segredo muito bem guardado pelos moradores. Quem se depara com a fachada, praticamente invisível aos olhos dos turistas, não imagina as delícias que são preparadas na sua cozinha.

Civil Rights Trail Lake Charles

O restaurante é despretensioso e hospitaleiro, bem no espírito da Louisiana

O Seafood Palace serve a autêntica culinária da Louisiana = bem temperada + a base de frutos do mar + com combinações exóticas.

Civil Rights Trail Lake Charles

Carne de jacaré, frita e os famosos Boudin Balls

Segui a sugestão da Amanda e embarquei na carne de jacaré frita, nos boudin balls – uma espécie de croquete, de ar água na boca – e nos gigantescos camarões frescos (pescados naquele dia!) cozidos e servidos com vários tipos de molhos.

Civil Rights Trail Lake Charles

Camarões frescos, ao vapor, servido com vários tipos de molhos

Blue Dog Café traduz a culinária típica para o século 21

À noite foi a vez de jantar no no Blue Dog Café. Descobri uma iguaria local chamada Cracklin – que é uma versão gourmet do nosso torresminho mineiro.

Civil Rights Trail Lake Charles

Cracklin + Deviled Eggs = a cozinha tradicional + receita contemporânea

Aqui o sabor é surpreendente e você pede desculpas para suas coronárias e se entrega ao prato de entrada.

Civil Rights Trail Lake Charles

O premiado Cracklin Crusted Gulf Catch

Já como prato principal, experimentei o Cracklin Crusted Gulf Catchpeixe grelhado, super fresco, servido com shiitake e nhoque. A receita ganhou o 1º lugar no concurso nacional de culinária Cajun.

O maior museu do mundo de fantasias do Mardi Gras está em Lake Charles

Em Lake Charles caminhei pelos quarteirões históricos, ao lado da Amanda, que me contou um pouco da história da cidade. Curti as lindas casinhas de madeira e visitei o maior museu do mundo de fantasias do Mardi Gras – o nosso Carnaval.

Civil Rights Trail Lake Charles

Em Lake Charles está o maior museu do mundo de fantasias do Mardi Gras

O outono ainda não chegou nesta região e o calor que senti durante a caminhada me lembrou o clima da Bahia ou do Rio de Janeiro no auge do verão.

Agora estou preparando para pegar a estrada em direção a Baton Rouge, onde nos encontraremos amanhã.Banner ITA Seguro Viagem

Notícias Relacionadas

TRILHA DOS DIREITOS CIVIS – HOUSTON FOI O PORTÃO DE ENTRADA

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code