O mercado de turismo se vê em franca transformação; destacam-se os profissionais que têm coragem de enfrentar + participar das mudanças

Hugo Lagares é um desses profissionais que, longe de ser arredio às mudanças, adora embarcar em uma. Não por acaso Lagares é hoje um dos executivos mais jovens do trade. Para completar, exibe uma invejável bagagem de experiências.

Seu mais novo desafio é gerenciar a filial mineira da Visual Turismo.

Hugo Lagares Visual Turismo

Lagares, na filial mineira da Visual Turismo (Fotos: Claudia Tonaco)

Para saber como foi a mudança profissional e em que ritmo estão as transformações da própria operadora, a Reportagem TRAVEL3 foi até o escritório da Visual, em Belo Horizonte. Encontrou um Hugo Lagares tranquilo e já completamente inserido no ambiente da empresa.

Depois de conversar com a equipe comercial e de tomarmos um cafezinho, teve início o nosso bate-papo.

Hugo, qual o raio-x que você faz da Visual MG, hoje?

Hugo Lagares = O ano começou de uma maneira muito boa para a Visual MG. As vendas estão em franco crescimento. O forte são os produtos nacionais. Porém me surpreendeu o potencial imenso da Visual para os produtos internacionais. É um potencial a ser explorado pois trabalhamos com os melhores fornecedores do mundo. Estamos com vários produtos nas prateleiras. Lançamos o nosso fretamento de Porto Seguro que retoma as operações em 1º de julho e segue até junho de 2019. Além disso já temos vários fretamentos confirmados para o 2º semestre, para várias capitais do Nordeste.

Hugo Lagares, gerente da Visual Turismo MG

Hugo Lagares, gerente da Visual Turismo MG

E como foi a experiência dos seus primeiros 30 dias de Visual Turismo?

Os primeiros 30 dias de Visual foram muito bons, muito desafiadores e com muito, muito trabalho. A receptividade da equipe Visual MG me agradou bastante. Vi que temos realmente uma equipe maravilhosa em Belo Horizonte, com uma estrutura muito boa. O melhor é que as agências estão nos recebendo muito bem. Esta é uma constatação muito positiva e muito animadora.

Você pretende inserir seu estilo de gestão e de estratégia também aqui, como gerente da Visual MG?

Sim. Eu penso que os primeiros meses serão importantes para analisar a performance diária, da equipe e dos processos. Já nos primeiros dias foi possível identificar alguns pontos os quais julguei necessário fazer certos ajustes. O objetivo é aumentarmos nossa produtividade e todo começo é assim, de muito reconhecimento e muito trabalho. É preciso analisar cada detalhe com atenção para, aos poucos identificarmos as estratégias corretas.Por exemplo, a venda do internacional é pouca comparada a qualidade do produto. É preciso divulgarmos estas qualidades para os agentes de viagem. É o momento de ficar bem próximo à equipe comercial e ver cada etapa do processo. Aos poucos os vendedores terão mais economia. É um trabalho longo que precisa ser concluído no menor tempo possível. Temos uma meta grande para cumprir e, por tudo o que vi até agora, estou certo de que este será um ano muito bom para a Visual.

Hugo Lagares + Bruno Sousa + Ricardo Andrade = foco na performance comercial e no apoio aos agentes de viagem

Ao lado de Bruno Sousa + Ricardo Andrade = foco na performance comercial e no apoio aos agentes de viagem

Quais são os pontos fortes que você já identificou?

A solidez da empresa é o 1º de vários, mas é muito importante. A Visual tem mais de 30 anos de mercado. É muito respeitada por todo o trade, em todo o Brasil, especialmente aqui, em Minas Gerais. Isso é muito bom. Outro ponto importante é sua equipe, fantástica. É sem dúvida uma das melhores do mercado. A quantidade de produtos, principalmente os nacionais; os bloqueios e fretamentos, são um grande diferencial. Nenhuma outra operadora tem um portfolio tão diversificado e com tanta qualidade como o da Visual. Isso facilita muito as negociações com os agentes de viagem pois é fácil para ele oferecer os produtos Visual aos seus passageiros.

E quais pontos você acredita que podem ser melhorados?

Eu vi que alguns processos do departamento internacional precisam ser melhorados. Precisamos divulgar mais o produto internacional da Visual fazendo eventos, workshops, treinamentos e no dia a dia da atuação do comercial. Precisamos confiar mais no potencial da Visual para venda de produtos internacionais. Nós trabalhamos com os melhores fornecedores do mundo e temos uma operação muito eficaz. Precisamos mostrar aos agentes de viagem que a Visual também é internacional.

Hoje, quando se fala em Visual Turismo, imediatamente pensamos no legado construído por Afonso Gomes Louro – o seu Afonso – respeitado por todos os agentes de viagem. Também se pensa na aquisição da empresa pela CVC Corp. Como você enxerga esta aquisição?

Penso que foi uma aquisição muito benéfica para a Visual. A CVC Corp é hoje o maior grupo de turismo da América Latina. A intenção, com a compra, é agregar valor a Visual. O que se quer é manter o DNA da Visual. E foi esta continuidade, o padrão de qualidade Visual o que o seu Afonso mais ressaltou durante o processo de venda da operadora. O DNA continua! A partir de agora a Visual terá mais produtos, acesso a mais fornecedores, mais bloqueios aéreos e um melhor sistema. Teremos também uma melhor gestão dos processos. Tudo ficará melhor e o resultado será mais força de venda. Ofereceremos ainda melhores condições aos agentes de viagem.

E você já pode antecipar alguma novidade para os próximos meses?

A primeira novidade é o retorno do Workshop do Dia do Agente de Viagens. Este foi durante muitos anos um evento tradicional da Visual MG e retorna com força total. Será realizado no dia 21 de abril, no Hotel Fazenda Canto da Siriema. Este ano daremos um foco maior nos produtos internacionais e, consequentemente, teremos a presença de mais fornecedores internacionais.

Outra novidade é que em até 2 meses a Visual lance um novo portal. Será uma ferramenta totalmente diferenciada e oferecerá muitas funcionalidades aos agentes. O novo portal da Visual dará mais destaque aos produtos internacionais e terá um campo especial para cruzeiros marítimos. O agente de viagem poderá fazer reservas de cruzeiros marítimos, assim como pagamentos, tudo online.

Hugo Lagares Visual Turismo

Equipe em sintonia e pronta para mostrar as novidades da Visual para 2018

Você tem um recado para os agentes de viagem?

Os agentes e as agências de viagem podem contar ainda mais com a Visual. E eles verão isso na prática. Vamos fazer várias ações junto aos agentes, nosso principal parceiro. Os profissionais do setor podem esperar uma parceria ainda mais estreita.

Um Comentário

  1. Seja muito bem vindo Hugo Lagares com sua magnífica visão e experiência para somar conosco!! Sou Agente de Viagens a 6 anos bebê ainda mais desde o começo de minha trajetória a Visual sempre foi a minha parceira, me ajudando e facilitando toda a minha vida, AMO vender Visual, Amo poder contar sempre com a Visual, e espero com mais este ilustre profissional junto com os demais profissionais que Amo como Bruno Souza, Junia Reis e agora Ricardo Andrade, a Visual vai voar bem mais alto!! Conte sempre conosco do trade Agentes de Viagens!! Conte sempre com a BRATUR TURISMO!!

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code